Jundiaí terá a primeira escola abastecida por energia solar

27/07/2021 - Reprodução de matéria do Canal Solar



Com um investimento de R$ 12 milhões, a EMEB Joaquim Candelário de Freitas será a primeira escola de Jundiaí a contar com um sistema fotovoltaico para suprir a demanda por energia elétrica, segundo a Prefeitura do Município.

A usina de 72,36 KWp conta com 171 painéis solares. Além de estar integrada à praça localizada ao lado do edifício, a unidade escolar contará com iluminação em LED, aquecimento solar (água) e reuso de água para limpeza de área externa.

“A Prefeitura tem priorizado construções sustentáveis e com preocupação com o meio ambiente nos prédios públicos. No caso da EMEB Candelário, ainda atendemos a um pedido dos próprios alunos que participaram do projeto para a construção da escola”, afirma o prefeito Luiz Fernando Machado.

“Além do crédito, o investimento com a energia fotovoltaica apresenta retorno em aproximadamente três anos, o que resultam em contribuições para os cofres públicos”, comenta Ademir Pedro Victor, gestor adjunto da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), responsável pela instalação do sistema na EMEB Candelário.

A escola será a maior unidade da Escola Inovadora de Jundiaí – projeto municipal que visa atender aos conceitos de cidade inteligente, que conta com a promoção de investimentos em tecnologias para atração de grandes empresas.

O terreno em que o prédio está sendo construído sediava a antiga escola com o mesmo nome, mas que apresentava grandes problemas estruturais. A nova estrutura terá 4,7 mil metros quadrados, que vão abrigar uma nova escola com três pavimentos, laboratórios, anfiteatro, biblioteca, 20 salas de aula e quadra coberta.

3 visualizações0 comentário