Brasil entra no TOP 20 do ranking mundial da fonte solar, informa ABSOLAR

O Brasil ingressou no TOP 20 do ranking mundial da fonte solar fotovoltaica, aponta apuração da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), com base em dados da Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA). Ao final de 2019, o país assumiu a 16ª posição em termos de capacidade instalada em operação, somando as grandes usinas centralizadas e os pequenos sistemas distribuídos em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e no setor público.

Em 2017, o Brasil ocupava a 27ª posição, saltando para 21º em 2018 no ranking liderado pela China, seguida por Japão, Estados Unidos e Alemanha. A 5ª colocada é a Índia, que apresentou crescimento significativo no período.

De acordo com a ABSOLAR, o Brasil avançou 5 posições do final de 2018 até o final de 2019, atingindo um total acumulado de 4.533 MW. Apenas em 2019, foram adicionados 2.120 megawatts (MW), impulsionados pelo avanço da geração distribuída, que instalou 1.470 MW, e seguidos de 650 MW de geração centralizada.

5 visualizações0 comentário